Ciclovia da radial de Benfica em Monsanto, Lisboa

Etiquetas: #<Tag:0x00007f17875dc730>

Já muito discorreu sobre o tema geral da necessidade ou não de ciclovias ou ciclofaixas, e não é isso que gostaria de questionar neste tópico…

O que gostaria de saber/entender/questionar é a opinião dos demais utilizadores de uma ciclovia em particular que eu uso muitas vezes: a denominada Ciclovia da Radial de Benfica, que ladea Monsanto em Lisboa.

Sem ela eu nunca teria dado o primeiro passo e largado o carro/mota em prol de meios de transporte ativos, que é hoje em dia responsável pelo meu commute em mais de 50% em bicicleta.

É uma obra limitada? Sim, falta unir a Alfragide, Carnaxide e Algés.
Tem lacunas? Tem. Tem defeitos? Tem. É estreita? Em certas zonas sim!
É assolada por peões a passo e a correr? Sim, sem dúvida.

Mas é uma verdadeira autoestrada para bicicletas que precisam de circular entre os subúrbios e a capital. Uma obra que potenciou muito este eixo para que muita gente possa optar por alternativas de mobilidade,

O que é que vocês acham desta obra?
E da famosa “gincana”?

Ver os primeiros 20 segundos deste video:

http://binged.it/1GsIYiP

Para mim, esta gincana é a parte mais divertida do percurso! :smile:

1 Like

É das poucas bem feitas. E esse zigue-zague até é giro. Também foi graça a ela que ganhei coragem para dar o primeiro passo e começar a vir de bicicleta para o trabalho.

Uma das pontas tem o que é raro em ciclovias: acesso direto à estrada. Já a outra ponta, acaba num murinho idiota que se tem de contornar.

4 Likes

A “gincana” é gira porque a grande maioria das vezes que lá passamos não nos cruzamos com ninguém. Mas se o objectivo é criar ciclovias para mobilidade e democratização do uso da bicicleta essa “gincana”, caso cheguemos a esse patamar de utilização, constitui um perigo.

5 Likes

A gincana serve para suavizar a subida.

3 Likes

Só uma correcção @Nuro_Carvalho a ciclovia Lisboa cidade, são todas as que existem na cidade, se fores ver em telheiras também tem essa designação. Pelo menos é essa a leitura que faço do gmaps.

1 Like

@Flepis, és bem capaz de ter razão, as minhas desculpas.
Eu nomeio-a assim por causa do google maps, mas efetivamente nunca fui ver o nome oficial na CML.
Vou editar o primeiro post! Thanks…
E a tua opinião da ciclovia em si?

Habitualmente as ciclovias costuma ter partes com um desnível grande nas entradas e saídas que para uma roda 700 é mau.
Além disso perde-se um bocado da visibilidade do fluxo do trânsito e em vez de facilitar o entrosamento com a estrada torna obrigatório parar para passar a estrada.

Faria mais sentido então ter a gincana só na subida…

2 Likes

@pjssms, mas sobre esta ciclovia em particular…
alguma consideração? opinião? costumas usar? às vezes ou todos os dias?

Quando a uso, costuma ser no sentido campolide - benfica e chego a gincana e passo para o outro lado para a Conde Almoster. Não gosto da curva cega devido ao gradeamente que vem a seguir à gincana e não gosto de subir para a segunda circular para descer logo a seguir. Tenho um colega que até já apanhou meninas a fazer abdominais nessa curva e foi por pouco que não lhes fez ele uns abdominais novos.

1 Like

Eu uso-a sempre que vou com pressa, é a forma mais rápida de fazer aqueles 3 Kms, sem qualquer tipo de perigo, o quase… temos q contar com os cães à solta, pessoas a caminhar… bla bla bla, mas à hora q passo de manhã, é passifico, deixa-me circular quase sempre acima dos 40 sem necessidade de travar.

O SS n é mau, mas o viaduto peca pela fraca visibilidade nas curvas, local onde modero a velocidade.

De resto, todas fossem assim :smile:

@romaosl, tens dois acessos directos à estrada, no lado da serafina, é fazer a curva à direita, e depois passar por cima das pedras eheheh

Peço desculpa, a descrição q fiz foi sentido Pina Manique - Serafina, à tarde como existe mais movimento na Ciclovia, e a pendente é mais desfavorável, faço tudo mais nas calmas :slight_smile:

1 Like

É mesmo isso que eu faço, virar à direita e depois pelas pedras e seguir pela rotunda como os carros. Mas era mais simpático poder simplesmente ir em frente. Também há sempre a hipótese de saltar o murinho para os mais habilidosos :stuck_out_tongue_winking_eye:

Epah, aquilo tem mesmo q ser assim, senão haveria quem saísse disparado para o interior da rotunda, sabes bem a velocidade que se consegue chegar alí, e n se dá mais, precisamente por causa do murete eehheh, agora imagina entrar assim directamente para a estrada :stuck_out_tongue:

1 Like

Sim, seria perigoso @romaosl.
Os veículos motorizados tendem a olhar para a esquerda para ver se podem entrar na rotunda e não olham para a direita para os peões/bicicletas.

Seja como fôr, a vossa opinião de usufrutários diários é que a ciclovia é boa, certo?
No geral e fora um ou outro detalhe é uma boa solução ciclável certo?

Sim, mas atenção que existe uma zona a evitar, logo à saída das curvas, junto ao muro dos pupilos, existe uma zona em que o piso da ciclovia já não tem solo por baixo… nas próximas chuvadas acho q vai abater, até lá, mais vale passar na via contrária…

2 Likes

Verdade. E alguém meteu lá uns ramos para “avisar”.
Até a grade metálica no final da gincana é um pouco perigosa, mas enfim…

1 Like

Eu pessoalmente acho até que assim é mais perigoso. Alguém que venha menos atento vai contra o muro e voa para cima de um carro. (Já me aconteceu nos postes que estão em cima da ponte da Avenida Calouste Gulbenkian). Bastava umas guias sonoras como no lado da rotunda de Pina Manique.

Seja como for é a melhor ciclovia de Lisboa. Mas também era difícil não a fazerem bem feita, já que só tem uma interceção com outras vias.

1 Like

A Grade metálica só apresenta perigo qdo está molhada, obriga-te a seguir a direito… bem, com o continuar da conversa, vamos descobrir os podres todos lol, mais vale ires pelo caminho q te mostrei no outro dia lol

1 Like

Pois, a ironia é que a melhor ciclovia de Lisboa até tem uma alternativa fantástica. :smile:

2 Likes