Comprar Órbita modelo Lisboa

Boas, está agora na moda ocultar o preço das coisas, visto não encontrar no site da órbita.

Alguém sabe quanto custa a Órbita modelo Lisboa?

Estive a ver as características técnicas e parece fraquinha, visto ter quadro de aço (hi-ten), que segundo li, apesar de bom e resistente, é do mais barato para quadros de bicicletas, pois é muito pesado. Em qualquer caso pesa apenas 9kg o que não é mau para uma bicicleta, mas talvez em demasia para um fixie.

Em qualquer caso queria uma bicla de produção nacional. Alguém sabe quanto custa?

http://bkportugal.com/search?q=lisboa

não são órbitas, parece-me, são apenas biclas produzidas em Lisboa :slight_smile:
as duas primeiras são diferentes

1 Curtiu

tens razão, desculpa, mas antes esta loja vendia órbita… xorry.

https://www.topgim.com/products/2715-bicicleta-orbita-lisboa

226€ ?

1 Curtiu

Aço hi-ten vai ser o melhor material que vais encontrar a ser usado por essa marca.

Não é o melhor aço do Mundo… mas continua a ser melhor que alumínio.

3 Curtiram

fixe! :slight_smile: obrigado pela dica
Porque li por aí em fóruns que era pior que alumínio por ser mais pesado!

Melhor que o alumínio porquê?

Pois, também fiquei surpreendido com essa afirmação. Sempre encarei o aço menos adequado.

A única actividade onde o aço parece ser mais preferido é no cicloturismo (também aqui as opiniões divergem) porque o aço parece ser mais resistente para suportar maiores cargas, e absorver mais a dureza do caminho (logo, mais confortável para o ciclista).

Não sei física ao ponto de o confirmar. Apenas o que relatam terceiros.

It is the abbreviated form of high tensile steel which has in small quantities alloying elements such as carbon, chromium, Molybdenum. These elements increase the tensile strength of the steel. It is used in bicycle industry and for structural parts in construction and other fabrication industries. Due to the high tensile strength these steels have a higher strength to weight ratio and therefore provides better rigidity and strength than ordinary steels.

in: https://www.quora.com/What-is-Hi-Ten-steel

Hi-tensile steel is a cheaper form of tubing than chromoly steel. It’s not as strong as chromoly so to get the same amount of strength in the bike the tubes must be thicker, meaning a hi-ten bike will be heavier than a chromoly bike. A hi-ten frame can make a perfectly decent bike, though. I have an old hi-ten schwinn for my fixie and it’s a nice ride. Chromoly rides a bit better because the tubes are thinner, and it’s also lighter for the same reason, but hi-ten is OK stuff.

in: https://www.bikeforums.net/bicycle-mechanics/441982-hi-ten-steel.html

High-tensile steel, or hi-ten as it is often abbreviated, is the most inexpensive type of steel used in bike frames. It contains few alloys, which are additional metals that improve its strength-to-weight ratio, and is the weakest of all the types of steel used in bike frames. Hi-ten also is the heaviest steel used in bike frames. You will typically find hi-ten steel on older road and mountain bikes as well as low-priced cruiser and children’s bikes.

Cro-moly is an form of steel that is alloyed with chromium and molybdenum. The addition of these two metals make cro-moly steel lighter and stronger than regular steel. This allows bike manufacturers to make thinner frame tubes and reduce weight, while preserving quality. Cro-moly is used in a variety of bikes and is the second most expensive steel frame material. Most high-production bikes over a few hundred dollars use cro-moly steel in their frames.

in: https://www.livestrong.com/article/362866-bicycle-seat-post-sizes/

Mas em relação entre aço hi-ten e alumínio, aqui

Chromoly steel is better than hi-tensile, but hi-tensile steel is better than aluminum, when it comes to both strength and durability.

in: https://www.bikeforums.net/commuting/826451-hi-ten-steel-vs-aluminum.html

Todavia refere-se que o alumínio é melhor contra as intempéries, ferrugens e etc.

Aluminio é um metal macio. Por isso fazem ligas,com tratamentos termicos para ficarem mais resistentes. Ficando tudo caríssimo para se perder peso. Sem contar com o processo de soldadura que é muito mais complexo no aluminio…

1 Curtiu

Aquilo que começou na pergunta de quanto custa a Orbita Lisboa já descambou pra uma discussão de ligas de Aço vs Aluminio…

Conheço uma Loja em Ilhavo, a RunMore, que tem uma Orbita Lisboa á venda. O preço é 280euros (telefonei agora mesmo pra lá, 961726765). É uma ‘Fixie’, coisa que até me admira por ser uma bicicleta com o nome da cidade das 7 colinas…

2 Curtiram

O aço torna a bicicleta muito mais confortável. O aço é maleável e absorve as vibrações que advém das irregularidades do piso. O alumínio reflecte qualquer choque para o ciclista.

O peso parece-me irrelevante. 1 cm3 de aço é mais pesado que 1 cm3 de alumínio… mas quadros em aço usam menos cm3 de matéria. No fim, entre alumínio e aço Hi-ten, para bicicletas dentro da mesma gama, não haverá uma diferença de peso verdadeiramente palpável…
A minha de aço é mais pesada que a minha antiga de alumínio (diria que talvez em 1 Kg) mas a bicicleta é muito maior e tem mais apetrechos…

Eu uso pneus de 28 mm ao passo que na bicicleta antiga usava daqueles balloon (não sei precisar quanto era mas eram gordinhos…
É certo que ao mesmo tempo passei de rodas 26 para 28 (o que também contribui para um melhor conforto) mas é uma diferença grande ainda assim.

2 Curtiram

Pah no fundo (desculpem os dois posts seguidos) o que me parece é que o alumínio é um material que a indústria conseguiu convencer os consumidores de que é superior, por ser um material mais barato e fácil de trabalhar. A mim parece-me que a vantagem do alumínio é mesmo somente o preço…

O aço é mais resistente (é por isso que as tubagens das bicicletas em aço são mais finas, não requerem tanto material para sobreviverem ao tempo) mas enferruja enquanto o alumínio não.

Quando um carro me bateu por trás na bicicleta (fiquei fixe e o gajo assumiu a culpa… disse-se encadeado pelo Sol) fiquei com uma roda empenada e um guarda-lamas dobrado (que era em aço como o quadro). Ou seja, absorveu choque. Alumínio partia logo.
Claro que para aquele caso não tem relevância absolutamente nenhuma… mas isto para demonstrar a capacidade de absorção de choque do aço que torna os quadros mais confortáveis.

Isto foi só para explicar a minha posição quanto ao material da bicicleta e usado pela Órbita. Aço Hi-ten é o aço mais barato de todos mas continua a ser um material mais caro que o alumínio… e as marcas não usam materiais mais caros porque sim. Repara que até se trata de uma fixie… portanto o público-alvo tem alguma tendência a conhecer algumas características dos materiais, e os seus prós e contras.

Anyway, e já olhaste para as TokyoBikes?

1 Curtiu

Irrelevante se for um modelo com suspensão total.

Não é. O peso de uma bike em aço chromoly 4130 é idêntico ao de uma em alumínio 6061 mas este último é mais barato. Para obter a mesma resistência em em HiTen o peso aumenta significativamente.
Depois com qualquer tipo de aço vem sempre a praga da ferrugem que nunca surge no alumínio.

Muito obrigado pelo retorno pessoal.

Vou ser sincero :slight_smile: Queria uma bicicleta made in Portugal, por isso pensei na Órbita, e o modelo Lisboa pareceu-me a mais fixe para comprar. Todavia estou na Holanda, e isto aqui é mesmo muito húmido e chove constantemente, por isso, confesso que estou um pouco receoso de usar aço ou qualquer tipo de componente metálica.

Suspensão tem muitas desvantagens no uso em cidade. Em especial numa cidade com algumas subidas. Absorvem parte do esforço a pedalar.

Nunca vi uma bicicleta de alumínio 6061 mais leve que uma semelhante de aço chromoly… estas últimas são sempre bastante leves.

O aço, desde que se mantenha todo ele com uma camada de tinta a cobrir a superfície… é virtualmente eterno.
Para enferrujar precisa de ter falhas na tinta.

1 Curtiu

Todavia estou na Holanda, e isto aqui é mesmo muito húmido…

Epá, eu traria um gazelle, uma batavus ou outra nederlandse fiets. É quase o meu sonho de consumo. O senão para mim foi o custo de transporte.

Quanto à conversa sobre aço… Tenho bastantes km em quadros de aço, mas também alumínio e carbon. Confirmo as vantagens do aço quanto a leveza, flexibilidade - no meu caso quadros reynolds 531 e vitus.
Hoje comprar um quadro de aço de qualidade (exemplo, com tubos Reynolds) fica caro.