Corredor Verde de Alcantara


(Nuro Carvalho) #1

Se conseguirem vejam o video no facebook da CML:

No video as ciclovias parecem bem feitinhas, à cota da estrada e com delimitação para os restantes veículos não estacionarem. E os passeios parecem lisos e confortáveis…

Porque é que depois na realidade não as fazem assim?


(Antonio Cruz) #2

porque no mundo real têm de fazer “cedências”, “é isto ou é nada” e se não gostas é porque és mal agradecido


(Nuro Carvalho) #3

Mas aqui está bonito, pq não fazem depois assim na realidade?


(Filipe Pinto) #4

La está… vais ter uma ciclovia em cima do passeio e não bufas… por isso… e apesar de tudo… mais vale mesmo ir pela Avenida de Ceuta…


(Nuro Carvalho) #5

Nos bonecos não esta assim…


(Pedro Sanches) #6

Confesso que esses bonecos me preocupam um pouco, especialmente na zona de
Alcântara onde se vêm pistas partilhadas com peões. Vai acabar por
acontecer mais do mesmo.

Pedro Sanches


(António Miguel Martins de Carvalho) #7

Qual a capacidade de um movimento/ associação alterar o curso do projecto neste momento?

Que atitudes construtivas se pode tomar? Carta aberta à CML? Pedido de audiência ao Vereador?

Peço desculpa se as perguntas forem pouco pertinentes. Só posso atribuir à inexperiência.


(Pedro Sanches) #8


(Nuro Carvalho) #9


(Three) #10

Para que são as voltinhas?


(Pedro Sanches) #11

Pela foto não se percebe bem, mas isto é inclinado. As voltinhas devem ser para atenuar o declive.


(Nuro Carvalho) #12

Sim, é para facilitar pois tem um declive ainda considerável


(José Miguel Ramos Modesto) #13

Essas voltinhas à primeira vista servem para suavizar a inclinação. De outra forma a inclinação podia ser mais dura.

Esta é uma ciclovia que eu gostaria de ver feita o quanto antes, porque me pode vir a ser útil no futuro. Existe a possibilidade de no próximo ano a minha empresa mudar de sítio e, caso isso aconteça, a existência de um percurso ciclável entre Alcântara e a Praça de Espanha fará diferença em se continuarei a ir de bicicleta ou não.
Para quem vem da zona ocidental da cidade, melhorará muito os acessos.


(Nuro Carvalho) #14

Acredito que estará pronta a tempo de a usares como ciclovia utilitária… Tu acredita!


(José Miguel Ramos Modesto) #15

Eu acredito! Porque é Lisboa… se fosse Oeiras (complete a frase):joy:

Mas isto faz-me pensar na velha questão de de onde vêm os novos utilizadores de bicicleta ou de transportes públicos… se porventura o percurso não me for amigável de bicicleta, usarei os transportes públicos, sempre! E a minha empresa fornece estacionamento aos colaboradores… tanto naquele sítio como no actual.
Ora, e nem vale a pena eu dizer aqui que tenho muitos colegas que vão de casa para o trabalho, mesmo morando a uma linha de metro de distância do trabalho, de carro… só demonstra o mais que óbvio que é: é preciso criar restrições ao automóvel!
Tenho até um colega que, tendo uma (e uma só, sem mais transportes que precisasse de usar) uma linha de comboio entre casa e o trabalho, opta por perder imenso tempo e dinheiro todos os dias no IC19… chega a ser ridículo, porque a própria pessoa reconhece que chegaria mais depressa a casa e ao emprego se usasse o comboio…


(Manuel Reis Jorge) #16

Neste momento, essa gente manifesta em França a queixar-se do preço dos combustíveis.

Entretanto moro em Campolide e estou ansioso por ver e utilizar o corredor verde de Alcantara. Espero que tenham previsto facilitar os acessos para quem entre nela a meio.


(Mário Alex) #17

“… opta por perder imenso tempo e dinheiro todos os dias no IC19…”
Verdadeiro exemplo do comum masoquismo português!

Ou não… Tenho reparado que as pessoas enquanto estão nas filas de trânsito já não demonstram tanto a sua irritação e frustação de estarem naquela situação.
Desde que tenham bateria nos telemóveis, ficam ligados à lixeira internética e assim passa mais facilmente o tempo que estão parados!
Parece que estar parado no trânsito vai deixar de ser tão incómodo. Aliás, assim consegue-se fazer mil e umas coisas que não se fez durante o dia, até dá para encomendar o jantar antes de chegar a casa, falar com a esposa e filhos, divertirmo-nos com os videozinhos dos gatinhos e outros animaizinhos! Agora é só vantagens estar parado no trânsito!

De bicicleta não conseguimos fazer nada disto. Eu até acho que chego cedo demais a casa…
Assim nesta perspectiva, e ainda por cima um gajo tem que se esforçar a pedalar, os masoquistas somos nós, os ciclistas!


(José Miguel Ramos Modesto) #18

E posso até dizer que a minha empresa paga o passe aos funcionários. O problema é que também oferece parque! loool

Conhecendo estes meus colegas como conheço (acontece com mais que um) não acredito que sejam o caso de alguém que pega no telemóvel enquanto conduz de forma sistemática. Mas sim, existe comodismo… muito.


(Pedro Sanches) #19


(Three) #20

Onde está a piada? às vezes convém tirar os olhos do umbigo e tentar perceber quem nem todos os que trabalham em Lisboa vivem ao alcance de um TP. Existem muitas zonas rurais a 30 - 50 km de Lisboa onde passa um único autocarro por dia e na direcção errada. Vais-me dizer que é proibido viver aí ?