Corredor Verde de Alcantara


(Alexandre Climber) #61

“Acho um mistério como é que as trotinetas vão parar a sítios tão estranhos e longe de tudo.”

Elas têm de ser carregadas. Basta haver um dos tipos que carrega que more ali, e penso que pode recoloca-las onde quiser…


(Nuro Carvalho) #62

Mas há sítios no meio do nada onde elas aparecem…


(PN) #63

@rf17, as trotinetes não ficam na ciclovia, são é “utilizadas” posteriormente para brincar e ficam onde calha. Na subida que liga à radial, estavam duas a ser utilizadas para fazer a descida por duas miúdas e estavam cinco “espetadas” junto ao muro que delimita o bairro ali existente da zona intervencionada. No jardim da administia internacional (junto às instalações da polícia municipal) aparecem várias ao fim da descida… há um ponto de colocação no topo, o resto é “disparate” por ali abaixo (até já lá passei por uma dentro do caixote do lixo ao fundo desse jardim).


(PG) #64

Acho este instagram rídiculo…

No ínicio, achava piada a algumas fotos que apareceram aí nos jornais. Algumas até acredito serem verdade.

Mas dps de ver os posts e comments nessa conta, acho q não passam de um bando de putos rebeldes (ou quem sabe, uns tantos ressabiados séniores) que tira a foto para os likes.

Mas enfim, sem darem por isso só fazem publicidade grátis ao fenómeno, além disso, tal como a adolescência, esta moda há de “lhes passar”…


(Manuel Reis Jorge) #65

Entretanto esta ciclovia de Alcantara avança a passo de caracol. E jà ha alguns problemas de escoamento.



(Rui Fonseca) #66

Depois lá vem o choro de quem nunca andou numa ciclovia “andam na estrada com uma ciclovia tão boa ao lado”.

Às vezes sinto que a existência de ciclovias ainda torna os condutores mais agressivos.