Ferrovia em Portugal


(Aónio Eliphis) #81

(Three) #82

Não sei quem, os PEV são os conhecidos melancias, verdes por fora, vermelhos por dentro.

A única “verdade” nisso é o facto de um planeta com recursos finitos não se adequar a um modelo económico assente em recursos infinitos como é o capitalismo. Mas existem muitas soluções, haja vontade de as implementar.


(Aónio Eliphis) #83

Repara todavia que apesar do capitalismo promover a extinção predatória de muitos recursos naturais, há um sofisma nessa análise. O capitalismo envolve sim recursos financeiros infinitos, ou melhor, crescimento a longo prazo infinito dos ativos financeiros. Mas pode não haver uma correlação direta entre recursos financeiros e recursos naturais. Um carro eléctrico é mais caro que um carro a combustão, e todavia consome menos recursos naturais. Um aerogerador é mais caro que um gerador a gasóleo e todavia é ambientalmente mais sustentável.


(João Almeida) #84

(João Almeida) #85

(João Almeida) #86

(João Almeida) #87

(João Almeida) #88

https://www.esquerda.net/artigo/ferrovia-o-pais-ja-esta-escaldado-com-privatizacoes-do-cds/56735


(João Almeida) #89

(Nuro Carvalho) #90


(João Almeida) #91

Outro bom artigo da Shifter, agora sobre a Fertagus:


(Pedro Sanches) #92

@jmpa excelente reportório de notícias! Espero que tenhas tudo aí guardadinho nos favoritos. :smiley:


(Aónio Eliphis) #93

O PCP não perde por ferrar o dente. Entre ter um serviço ferroviário de qualidade e outro medíocre (greves, atrasos, falta de AC nos comboios, supressões, comboios sujos e grafitados, etc.) mas que satisfaz as exigências dos sindicatos e das pseudo-comissões de utentes dominadas pelo PCP, os camaradas não hesitam. A Fertagus é mais cara porque custa ZERO ao contribuinte, ao contrário da CP que é um autêntico sorvedouro de impostos. Só em 2007 a CP recebeu 500 milhões de euros de aumentos de capital, por parte do estado.


(João Almeida) #94

(João Almeida) #95

(Aónio Eliphis) #96

Um artigo interessante para ler

Why are flight tickets cheaper than trains in Europe? by João Pimentel Ferreira

https://www.quora.com/Why-are-flight-tickets-cheaper-than-trains-in-Europe/answer/João-Pimentel-Ferreira?share=70158617&srid=hIyLc


(Three) #97

“And if car usage were more expensive, train usage would be more intensive and the train price per passenger-distance would be lower.”

Esta frase é uma pérola, evidentemente que aumentar o custo da utilização dos automóveis não vai aumentar o uso de comboios se estes NÂO EXISTIREM, até porque sabemos que os impostos do sector automóvel não são usados para construir linhas férreas mas apenas para pagar mordomias de funcionários públicos!


(Nuro Carvalho) #98

isso é verdade…
mas podemos continuar a mandar postas de pescada em fóruns ou tentar mudar o paradigma! alguns de nós optaram pela segunda, e tu?


(Mário Alex) #99

Também podia ser:
Há pessoas a perder emprego por causa dos congestionamentos constantes, da imprevisibilidade e aumento dos acidentes, da perda de tempo para estacionar, do estacionamento em 2ª fila, da falta de hábito de partilha do automóvel, da falta de racionabilidade da intermodalidade…

Mas é melhor não dar ideias porque depois ainda pensam em fazer mais estradas ou a alargar as que existem, mais pontes, mais estacionamentos, etc, etc tudo para o “conforto” e “bem estar” dos utilizadores dos automóveis. E os transportes públicos continuarão a ser menosprezados.

Portanto, a nível de economia até podemos estar a avançar para um país moderno, mas o que nos lixa mesmo é o “pensamento” Português, a nossa postura retrógoda e individualista, ignorante e interesseira, corrupta e de novo-riquismo anexado que nos continua a puxar e a manter no 3º mundo (ok, vá, 2º mundo!).
E desculpem a generalização.

Bem, vou ali apanhar o Expresso para ir ter com a minha família…
Bom dia para todos!


(João Almeida) #100