Há 30 mil euros para a startup que resolver o desafio da mobilidade do Porto


(Pedro Sequeira) #1

em 3 paragrafos a palavra estacionamento aparece 5 vezes, mas nunca associada a redução.

a palavra carro também não aparece, e obviamente bicicletas TPs também ficam a zero


(Manuel Reis Jorge) #2

Fazer pagar cada carro que entre na cidade…resolve logo uma boa parte da questão, com parques a entrada do Porto.


(Andre Lopes) #3

does not f******* makes sense “melhorar a qualidade de vida dos cidadãos” e só vejo “estacionamento” … “estacionamento” … “estacionamento” … “app para estacionar”

Graças a deus que não vivo lá… ainda vão dar 30mil a quem tiver a ideia de m`**** para ajudar a meter mais carros no porto.


(Three) #4

Estacionamento FORA da cidade. Ferrovia é a solução com vantagens a todos os níveis, incluindo “non-exaust emissions”


(José Miguel Ramos Modesto) #5

Ferrovia??

Nahh… malvados lisboetas e portuenses, que concentram 99% dos postos de trabalho da área metropolitana nos seus concelhos. Deviam abrir as goelas da cidade aos carros para não termos que suportar os custos dos TP com o dinheiro dos impostos de quem não usa. Querer meter portugueses num comboio todos os dias, enquanto que outros moram perto, é querer empurrá-los para uma cidadania de 2ª. Se os postos de trabalho estivessem uniformemente distribuídos não era preciso transportes públicos nem gastar dinheiro com eles.