Humor sobre pedais ;)

humor
Etiquetas: #<Tag:0x00007f9be7b253d8>

(António Pedro Figueiredo) #1

:slight_smile: para rir um pouco


Humor sobre pedais 2
(Tiago Rodrigues) #2

Não sei se é o local mais correto, mas não encontrei nenhum outro tópico para colocar imagens de humor relacionadas com bicicletas :slight_smile:


(Cláudio Coelho) #3

Não sabia onde colocar este link por isso aqui vai:


(Sérgio Loureiro) #4

Numa escola em África, a professora pergunta a um aluno:

  • Diga um verbo.
  • Bicicreta…
  • Não é bicicreta. Bicicleta. E bicicleta não é verbo.

Depois, perguntou a um segundo aluno:

  • Diga um verbo.
  • Prástico…
  • Nao é prástico. Plástico. E plástico não é verbo.

A professora, desesperada, perguntou a um terceiro aluno:

  • Diga aí verbo:
  • Hospedar…
  • Muito bem! Agora diga uma frase com o verbo que você escolheu.
  • Hospedar da bicicreta são de prástico!

(Sérgio Loureiro) #5


(Sérgio Loureiro) #6


(Cláudio Coelho) #7

Perfeita para trazer nos transportes. :smiley:


(Marta Moreira) #8


(Sérgio Loureiro) #9


(Three) #10

Achas piada? Lamentável gozar com a miséria alheia!


(Sérgio Loureiro) #11

A banana é boa para controlar os ácidos. Para o nível de azia que costumas ter, aquelas todas não te chegam!


(Three) #12

A azia tem cura, a imbecilidade não !


(Sérgio Loureiro) #13

(Sérgio Loureiro) #14


(Sérgio Loureiro) #15

(João Almeida) #16


(Sérgio Loureiro) #17


(Sérgio Loureiro) #18

image


(Sérgio Loureiro) #19

Aquele momento em que fazes o teste e dá positivo…


(Aónio Eliphis) #20

Dois padres no interior costumavam cruzar-se de bicicleta na estrada quando iam ao domingo rezar a missa em suas respectivas paróquias. Mas um dia um deles está a pé. Um para e pergunta:

– Então a sua bicicleta?

– Creio que a roubaram no pátio da igreja – responde o outro padre.

– Não brinque!? Mas, olhe, tenho uma ideia: para saber quem foi, na hora do sermão, cite os 10 mandamentos. Quando chegar no “Não roubarás” basta olhar para os fiéis, que o culpado de certeza vai dar nas vistas.

No domingo seguinte, os padres cruzam-se, os dois de bicicleta.
– Ah! Então o sermão correu bem! – diz o padre que deu a ideia.

– Mais ou menos – responde o outro padre. – É que quando eu cheguei ao “Não desejarás a mulher do próximo” lembrei-me onde tinha deixado a bicicleta!