Mais 3,5 milhões de euros para a segunda circular

“pineauts” para o automóvel

Já a construção de raiz da rede de ciclovias universitárias para Lisboa não
deverá ultrapassar 0,5 milhões de euros, sete vezes menos.
http://www.ulisboa.pt/sociedade/projeto189-universidade-de-lisboa-em-bicicleta/

1 Like

o piso da 2a circular ta assim tao mau?
sei que lhe faltam pinturas, mas em geral quando passo la vou facilmente acima da velocidade maxima sem problemas… protanto o piso nao deve ser assim tao mau :stuck_out_tongue:

tambem anunciaram a almirante reis e avenida de roma e mais umas quantas… ate parece ano de eleicoes … oh wait :smile:

enquanto isso as laterais da avenida e muitas outras ruas devem continuar a parecer que passaram por uma guerra, porque o que interessa e garantir que os condutores conseguem ir bem acima dos 50 nas “avenidas”

Talvez aproveitem para fazer alguma coisa ciclável na Almirante Reis e Av de Roma.

1 Like

João, os 500 mil euros do OP para o conjunto de ciclovias que essa proposta vencedora avançava são muito limitados. Confesso que até tenho medo do que se tente fazer se só lhe for atribuído essa verba.

Herculano, nessas avenidas, já existe uma coisa ciclável: chama-se faixa de rodagem. O que está mal são as velocidades praticadas. Eventualmente, em parte da Av. Almirante Reis, há também o problema dos carris, mas é só num pequeno troço.

abraços

RF

1 Like

Referia - me ao projecto submetido ao Orçamento Participativo e que ganhou
na categoria dos 100k €, apresentado pela Rosa Félix.

se a malta quiser a andar a 120km/h na segunda circular e nas avenidas, o piso está muito mau. Pavimento de AE é o que se exige, porque caso as molas do carro se danifiquem, a CML deve pagar o arranjo nos carros, há jurisprudência sobre isso. Se todavia um velho “bater com os cornos” no chão porque caiu pois a calçada está toda uma lástima, “azar”, “são coisas que acontecem”

Reparem que a minha indignação é porque é mesmo assim, conheço casos em ambas as situações.

Ontem apeteceu-me e passei lá. Estava trânsito compacto por isso a velocidade automóvel era baixa, inferior à minha… já não pedalada na segunda circular há uns 20 anos… e fiquei com a noção reavivada do potencial ciclavel daquela via… bastaria baixar o limite para 50… Aquilo é perfeito! Bom piso, plano… convida a rolar! No final acabei por demorar apenas 30 min do parque das nações a alfragide :slight_smile: se fosse de carro seriam mais :stuck_out_tongue:

1 Like

Mas vocêmesse rolou na 2.a circular mesmo? Naquela autopista urbana?

1 Like

Mc para a 2circular!! :wink:

1 Like

Aeroporto-Benfica meu caro!

MC lá era bem pensado!! Afinal não é proibido!!!

1 Like

Grande maluco

Há filme disso ou não?

Não, mas para a próxima faço!!!

2 Likes

Para quem andava com ideias de termos uma Segunda Circular que seja Ciclo-segura, é melhor esquecerem, não vai acontecer nos próximos tempos:

Honestamente, está a precisar. São centenas de crateras e deformações de pavimento com ausência de marcações que potenciam acidentes.

1 Like

Como artéria estruturante na cidade, sem dúvida que precisava de outro tipo de abordagem e ser transformada numa avenida… com menos velocidade e faixa dedicada a transportes públicos. Uma ciclovia também só lhe iria fazer bem… mas admito que essa é complexa da forma como aquela via foi concebida. Tinha de ser uma alteração mesmo muito profunda.

Pah, todavia, esta intervenção também já há muito que é necessária…

1 Like

O melhor a fazer, mas não deve ser o mais barato.

A questão que se coloca é que qualquer estrangulamento que reduza o caudal suportado de veículos vai fazê-los transbordar para toda a periferia e atendendo ao estado actual dos TPs não existem alternativas realistas.

1 Like

E se em vez de se aumentar o caudal de veículos, aumentarmos o caudal de pessoas? Acho que é por aí que se devia ir… uma faixa BUS seria muito importante naquela avenida para maior fluidez nos autocarros que a fazem.
De resto, a redução de velocidade também é imperiosa para baixar a sinistralidade daquela via…

Eu há uns tempos deixei uma propsta num comentário na página do Facebook do Medina de fazerem uma estrada Ciclo-pedonal entre o Terminal 2 do Aeroporto e a Rotunda Nelson Mandela, o que já ia cobrir pelo menos em parte a 2. Circular, uma vez que o percurso é quase encostado:

1 Like