O que é mais ineficiente que um automóvel?

Um automóvel voador.

1 Like

Mas qual é o teu problema ? Agora não se pode propor nada sem que venham os paranóicos da eficiência classificar tudo o que se mexe como automóvel? Se queres ser eficiente hiberna como os ursos!

Mas eu respondo-te à questão inicial. Qualquer sistema de comunicação de dados é mais ineficiente que qualquer automóvel. No final praticamente toda a energia fornecida a servidores, rádios, computadores, monitores é convertida em calor que depois tem de ser retirada para o ambiente com bombas de calor igualmente com um rendimento modesto. Portanto pensa antes de tentar demonizar meios de transporte.

Pensa nisso antes de usares o teclado em vão.

2 Likes

Também queres controlar a minha utilização de teclados?
Mentalidades de fascizoide que nos querem levar novamente para o neolítico!

Fascismo era ligar uma almofada de electrochoques a um software detector de bacoradas e demagogia, e instalar ambos no teu computador.

Admito que há extremismos sedutores, realmente.

/s

1 Like

Vindo de extremistas da tua categoria, só podia.

Tenho sérias dúvidas (mesmo muito sérias) de que qualquer um desses mecanismos seja mais ineficiente que o antiquérrimo motor de combustão.
Quanta da sua energia faz mesmo o veículo mover-se? Não é algo como 15%?

Não, são 20% em média. Motores de F1 conseguem chegar aos 47 %.

Europe:

USA:

2 Likes

Não percebo o vosso problema em que os automóveis fiquem parados 92% do tempo, NÂO É DA VOSSA CONTA!

Eu estava a falar disto:

Tomando o ciclista como exemplo, temos que apenas 25% da energia gasta é transmitida aos pedais, os restantes 75% perdem-se sob a forma de calor no corpo do ciclista!

É da nossa conta a partir do momento em que 12 m^2 da propriedade privada de alguém está 92% do tempo a ocupar espaço público que é de todos. E literalmente PARADA, INÚTIL. E depois multiplicamos isto por 370 000, numa cidade onde o espaço (PÚBLICO) não abunda.

Tira as palas, 3. “Propriedade privada” não é o fim da sabedoria ou o expoente máximo dos teus direitos enquanto pessoa.

Experimenta comprar um jacuzzi para teu uso pessoal e exclusivo, e colocá-lo no espaço partilhado de um condomínio a ver o que te dizem.

1 Like

Enquanto esse espaço for definido pelas autarquias como espaço de estacionamento, não tens autoridade para o alterar. A organização do espaço público é gerida pelas autoridades governativas e não pela vontade individual de cidadãos insatisfeitos.

Propriedade privada é o que permite diferenciar um estado comunista de um regime democrático, apesar dos sistemáticos atropelos fiscais dos regimes capitalista neoliberais.

“Enquanto esse espaço for definido pelas autarquias como espaço de estacionamento, não tens autoridade para o alterar. A organização do espaço público é gerida pelas autoridades governativas e não pela vontade individual de cidadãos insatisfeitos.”

Então nesse caso, quando as autarquias decidem abdicar de lugares de estacionamento para criar ciclovias e zonas pedonais. Comes e calas, só porque eles decidiram e nada a reinvindicar, certo?

Nunca ficas com hérnias, com esses pinotes argumentativos todos?

Se ao menos houvesse um processo em que o cidadão individual insatisfeito conseguia determinar órgãos governativos que zelassem pelos seus interesses…

Mas até posso concordar que se houver muito cidadão insatisfeito bacoco carregadinho de vontade de ter pópó, as decisões tomadas são a favor desses, em detrimento da qualidade de vida de todos. A democracia é realmente o pior dos sistemas, com excepção de todos os outros.

Olha que ainda rebentam as hérnias do 3.

1 Like

Não reclamo dessas decisões, tenho garagem privada e portanto nada disso me afecta.

Ora mas isso é o que sucede actualmente. O que eu não vejo é cidadãos a unir-se por mais transportes públicos, trams ou ferrovia.

1 Like

E digo mais, essa garagem privada ao pé da tua estação de comboios mais próxima, deve fazer cá uma falta…

Incomoda-te muito ? Mete-te na tua vida !