Petição pela diminuição da mortalidade por atropelamentos através da limitação de velocidade para 30 Km/h

Etiquetas: #<Tag:0x00007f79fe1a90f8>

Olá
Estou a preparar uma petição pela diminuição da mortalidade por atropelamentos através da limitação de velocidade para 30 Km/h em faixas partilhadas por veículos automóveis e utilizadores vulneráveis.

É inspirada na legislação espanhola.
https://revista.dgt.es/es/noticias/nacional/2021/04ABRIL/0413-Guia-Ciudades-30.shtml

Se quiserem ler e dar sugestões agradeço

Zé Eduardo


Exmo. Senhor Presidente da Assembleia da República; Exmo. Senhor Primeiro Ministro; Exmos (as). Senhores (as) Deputados (as)

Queremos diminuir as mortes e feridos graves por atropelamento em Portugal.

Em 2019 morreram atropelados[JO1] 74 peões e 20 ciclistas [JO2] . A maioria morreu dentro das localidades[JO3] .

A maioria destas mortes (80%) não teria acontecido se a velocidade máxima fosse de 30 km/hora em vez dos 50 km/h. Poderiam ter sido salvas cerca de 75 pessoas.

Propomos de acordo com a declaração de Estocolmo (assinada pela comissão europeia em 19 de Fevereiro de 2020):

Alterar o limite de velocidade de 50 km/h para 30 Km/h em faixas partilhadas por veículos automóveis e utilizadores vulneráveis (peões, ciclistas e ciclomotores, por exemplo).

[JO1]https://www.pordata.pt/DB/Portugal/Ambiente+de+Consulta/Tabela

[JO2]https://www.pordata.pt/DB/Portugal/Ambiente+de+Consulta/Tabela

[JO3]http://www.ansr.pt/Estatisticas/RelatoriosDeSinistralidade/Documents/2019/Relatório%20Anual%20Sinistralidade%20Rodoviária%202019.pdf

1 Like

Já está em discussão na AR um Projecto de Lei com uma proposta semelhante:

2 Likes

Olá
Fico muito contente por saber que já está em discussão ba AR.
Oxalá seja aprovada. Quando estará concluída a votação?

Fico preocupado por não apresentar uma solução para as estradas nacionais porque são vias em que circulam simultaneamente peões ciclomotoras e bicicletas. Um embate a 90 km h é morte certa.
Cumprimentos

José Oliveira
Médico OM 38931

A domingo, 22/08/2021, 22:11, Rui Igreja via Fórum da MUBi <forum@mubi.pt> escreveu: