Poluição do ar tem um “enorme” impacto no desempenho cognitivo


(Aónio Eliphis) #1

(João Almeida) #2

(João Almeida) #3

(João Almeida) #4

Muito interessante ver onde está Portugal:

https://epi.envirocenter.yale.edu/epi-indicator-report/APE?country=&order=field_epi_score_new&sort=desc


(João Almeida) #5

(João Almeida) #6

(João Almeida) #7

(João Almeida) #8

(João Almeida) #9

Guimarães como exemplo de cidade pouco poluída:


(João Almeida) #10

Variação dos poluentes no Dia Europeu Sem Carros em Bruxelas.

image

image

image


(Aónio Eliphis) #11

Muito bom! Obrigado pelos gráficos @jmpa

Considerando que a legenda está em Neerlandês (Flamengo que é um dialecto de Neerlandês), envio aqui a legenda :slight_smile:

  • vermelho: hoje (dia sem carros)
  • Laranja: dia útil normal
  • Azul: domingo normal

A diferença no NO2 é substancial. Para mais informações:

O NO2 é um gás irritante para os pulmões e diminui a resistência às infecções respiratórias. Os efeitos às exposições de curto prazo ainda não são bem conhecidos, mas a exposição continuada ou frequente a níveis relativamente elevados pode provocar tendência para problemas respiratórios em crianças e grupos de risco como os asmáticos.


(Aónio Eliphis) #12

Só não percebo porque motivo de madrugada os valores são mais altos!


(João Almeida) #13

Também não sei explicar.


(Herculano Rebordao) #14

Fábricas a trabalhar durante a noite?


(João Almeida) #15

De qualquer forma a proibição foi só entre as 9h e as 19h.

Cars in Brussels were banned yesterday between 9 am and 7 pm.

https://ecf.com/news-and-events/news/80-decrease-black-carbon-brussels-car-free-day


(Aónio Eliphis) #16

Mas se reparares os valores de NO são apenas mais altos na madrugada do dia sem carros!


(João Almeida) #17

How those expanded cities are constructed is vital, say experts like Fuller: “We will pay a heavy price if we get it wrong now.”. Mobility should focus on walking, cycling and public transport - even electric vehicles throw up particle pollution from road abrasion and brake dust. The remaining cars and lorries need to be set - and stick to - much stricter pollution controls.


(João Almeida) #18

(João Almeida) #19

(Aónio Eliphis) #20

Aterrador

The World Health Organization (WHO) recently put the scale of the problem into stark relief, attributing one-third of deaths from stroke, lung cancer and heart disease to air pollution.

E andamos todos a debater o terrorismo islâmico ou a imigração, como ameaças