sParqs (Bicicultura) | Inauguração dos primeiros parklets em Lisboa!

Olá malta,

Gostávamos de vos ver por lá amanhã. Não só vamos inaugurar os dois primeiros parklets, como serve de pretexto para celebrar com um encontro o 2º aniversário formal da cooperativa. :slight_smile:

Até lá,
Ana

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Bicicultura apresenta a sParqs: parklets para estacionar pessoas em vez de carros

Os parklets da sParqs vêm ajudar a transformar as ruas das cidades em locais mais aprazíveis e seguros, e a dinamizar os negócios locais.

A Bicicultura vai inaugurar esta 5ª-feira, dia 22 de Abril, entre as 17h30 e as 19h30, junto ao Mercado de Arroios, dois dos sete primeiros parklets em fase de instalação na cidade de Lisboa.

Os parklets são microespaços públicos verdes e de fruição instalados em lugares de estacionamento automóvel reconvertidos em lugares para pessoas. Consistem em zonas de descanso, estadia e encontro nas ruas, tornando-as mais agradáveis a quem se desloca a pé e de bicicleta, promovendo a boa vizinhança, melhorando a segurança da rua e proporcionando acalmia de tráfego automóvel, expandindo a área disponível para árvores, flores e arbustos, e trazendo valor económico para os negócios locais envolventes ao torná-los mais atrativos para os clientes.

A tendência dos parklets tem surgido um pouco por todo o mundo e cidades como São Francisco, São Paulo e Viena criaram programas específicos que permitem a criação de parklets por atores locais.

Depois de experiências pontuais na cidade de Lisboa por parte de alguns grupos de cidadãos, a rede sParqs pretende introduzir pela primeira vez de forma sistemática a implantação de parklets na cidade. Os 7 primeiros parklets em fase de instalação fazem parte de um projeto piloto co-financiado pelo Fundo Ambiental, pelas Juntas de Freguesia de Campolide e do Beato e pela empresa de mobiliário urbano VECO Urban Design, tendo ainda como parceira a Junta de Freguesia de Arroios. O projeto foi ainda um dos 15 finalistas do programa Women4Climate Lisboa 2020.

A sParqs pretende depois expandir a criação de parklets, ajudando à recuperação económica dos negócios locais e, em simultâneo, promovendo uma transição modal do carro para o andar a pé, de bicicleta e de transportes públicos, e devolvendo pequenos retângulos de espaço público às pessoas, na forma de microparques verdes de acesso livre, em parceria com lojas, cafés & restaurantes, edifícios de escritórios, Juntas de Freguesia & Câmaras Municipais, e grupos de vizinhos.

Sobre a Bicicultura

A Bicicultura, uma cooperativa sem fins lucrativos, foi fundada em 2019 com o objetivo de contribuir para a promoção e educação para uma mobilidade sustentável centrada na bicicleta, e para a construção de cidades mais humanizadas.

Tem realizado eventos e encontros mensais (pré-pandemia), uma série de podcasts, é a parceira da Câmara Municipal de Lisboa na implementação dos comboios de bicicleta escolares, e lança agora este novo serviço de desenho, apoio ao licenciamento, montagem e dinamização de parklets.

Links

https://sparqs.pt


https://www.instagram.com/sparqs.pt
6 Likes