Estrada Ciclo-pedonal Rotunda Terminal 2 do Aeroporto — Rotunda Nelson Mandela

Sérgio Rodrigues Loureiro Fernando Medina Há espaço entre a Rotunda do Terminal 2 do Aeroporto e a Rotunda Nelson Mandela para se fazer uma via lá que eu sugiro que fosse uma estrada ciclopedonal. Os carros não precisam, já têm a 2. Circular. Assinalei a azul na foto uma ideia muito abstracta da minha sugestão: https://i.snag.gy/rBJ4AX.jpg
Houve até uma proposta do OP Lisboa com algo relacionado: https://op.lisboaparticipa.pt/op/projetos/5c66d7ebe665870009847cb0

Fernando Medina Sérgio Rodrigues Loureiro Muito obrigado pela sugestão. Vamos avaliar e se for possível avançaremos. Cumprimentos

Sérgio Rodrigues Loureiro Fernando Medina Obrigado pela atenção. Não contava que me respondessem tão rápido, muito menos a um Sábado!

Sérgio Rodrigues Loureiro Fernando Medina Agora um outro assunto: Não me tenho calado relativamente ao assunto da mobilidade ciclável e pedonal entre os Concelhos de Lisboa e Odivelas, nomeadamente no que concerne à Calçada de Carriche. Aqui está que penso relativamente à ideia publicada em https://www.facebook.com/fernandomedina.pcml/photos/a.414783318703416/1124951274353280 de fazerem a ponte Ciclo-pedonal na Calçada de Carriche:

https://www.facebook.com/fernandomedina.pcml/posts/1124951681019906?comment_id=1222156597966080&comment_tracking={“tn”%3A"R"}
«
Parece-me uma solução errada. Aquela zona já está cheia de Viadutos, não precisa de mais um. Além de que vai dar a um sítio mais longe para ir para Odivelas / Póvoa / Olival Basto; portanto quem vem com destino a Odivelas, vai continuar a fazer o percurso pelas hipóteses que já documentei em Barra de cimento assassina no fim da descida da Ciclovia da Rua das Murtas
Por consequência, vai continuar a incentivar a mentalidade portuguesa pequenina que “bicicleta é lazer”, muito presente na cabeça de não-utlizadores de biciceta, quando a mensagem a transmitir devia ser: bicicleta serve para casa-trabalho, trabalho-casa, ir às compras, ir a um restaurante almoçar, etc.
O que fazia sentido era desbastar o morro de terra logo à direita das bombas da gasolina da Calçada de Carriche do lado Nascente ao nível das mesmas. Se foi possível fazê-lo para lá porem as bombas, porque não desbastar mais um bocado para que os ciclistas tenham pelo menos uma via em que os ciclistas e peões se sintam seguros ao fazerem a travessia entre o Concelho de Lisboa e o de Odivelas?
E aproveitar para fazer a revisão da Engenharia do tráfego da Rua de Angola do Olival Basto. Aquilo é péssimo para uma bicicleta chegar da Rotunda do Senhor Roubado à Rotunda da BP de Odivelas, mas não há nenhuma alternativa mais segura para um ciclista saír da Calçada de Carriche em direcção a Odivelas! :frowning:
»

Sérgio Rodrigues Loureiro Fernando Medina Os moradores do último prédio da Quinta das Lavadeiras https://www.google.com/maps/@38.7843104,-9.1675863,111a,35y,77.25h,57.23t/data=!3m1!1e3?fbclid=IwAR0XJSyAjgeUwvvbHSWyMiNCdRwzt03P9zO_aCVTzPHFwWzaP16E77BlkUM até agradeciam que se fossem lá desbastar a terra, que lhes está quase a chegar às janelas!

Google Maps