Mobilidade Pedonal

“No sidewalks, crazy drivers, plus just distance. Americans don’t walk. Also, where I am in Indiana, there is no mass transit. Indianapolis has it, but it’s scarce and quite unreliable. We drive everywhere. As in, everywhere,” she said.

[…]

In 2017, a study by Stanford University found that the average American walked approximately 4,700 steps a day, roughly 1,200 steps less than the average in the UK.

Researchers found a link between activity and environment, finding that those who lived in more “walkable” areas walked more.

um video sobre como as ruas mudaram com o aparecimento dos carros, e em particular a invenção do “jaywalking” (aka, atravessar à pacóvio

1 Like

Um projeto voluntário interessante financiado pelo Transport for London.

Ouvi aqui neste podcast:

1 Like

2 Likes

Tens aqui uma versão à portuguesa:
https://www.facebook.com/groups/vou.de.bicicleta/posts/4611755592201299/

malta, na expo, Av D. João II há uma série de passadeiras que são terríveis,

a avenida em si tem 4 faixas, cada uma com 2 vias, ptt dá mais que uma AE para atravessar,

os 2 problemas principais são

  • na maioria o verde apenas aparece depois de apertar o botão, e demora bastante
  • o tempo de verde não é suficiente para atravessar de uma vez sem 1 passo rápido. idosos, cadeiras de rodas ou de bebe não conseguem tranquilamente passar em uma vez

na minha perceção há pouca gente a carregar, esperar pelo verde, e atravessar “correctamente”

estava a pensar deixar 1 cam a gravar ai 1 horita e depois contabilizar a qtd que passa certinho vs “ilegalmente”, e usar isso para justificar que é preciso fazer alterações. eu acho que o melhor eram passadeiras elevadas que “obriguem” os carros a ceder passagem na generalidade, e remover os semáforos, ou criar ciclos normais, sem botão, e mais longos para peões

agora… estou a pensar se não vão depois usar estes dados para justificar que “os peões não cumprem e tal”

que acham? vale a pena? o maior contra-argumento que vejo, é aquela triste noticia em que em lx no relatório com uns anos, há mais atropelamentos no verde que no vermelho das passadeiras =/

1ex de uma delas, onde eu não consigo passar “legal” de uma vez, e 2 idosos, com clara mobilidade reduzida, mesmo assim optam por passar no vermelho ^^

2 Likes

No teu lugar, o que eu faria era reportar a situação no portal “A minha rua”, documentando-a com um link para o vídeo.

https://naminharualx.cm-lisboa.pt

1 Like

era boa ideia, mas já fiz isso e disseram que aquela é “a melhor forma dos 2 modos conviverem”

1 Like

Conheço bem essa avenida e essas passadeiras, e concordo que são horríveis. Eu em geral passo pelo menos um troço no vermelho, para atravessar tudo de uma vez. Caso contrário levo 5 minutos a atravessar.

Sou a favor da filmagem. Sem filmagem eles podem encolher os ombros e disputar que haja sequer um problema. Se apresentares a filmagem, já é incompetência culpar os peões. Se quiseres companhia, avisa, eu moro perto. Nem que seja para conversar num café próximo enquanto dura a filmagem :slight_smile:

Gosto da tua sugestão de ter passadeiras erguidas, seria também a minha opção para algo rápido de implementar. Para algo mais profundo, eu simplesmente eliminaria as 2+2 faixas para cada lado e metia 2-3 faixas para cada lado. Nunca vi essa avenida com trânsito que justifique as 2+2 faixas para cada lado - quando está trânsito, está tudo parado, quer nas faixas de dentro quer nas de fora.

1 Like

obrigado pelo resposta, e pela “oferta” :stuck_out_tongue: tenho de pensar quando é um bom dia… talvez lá para a 2ª metade de janeiro

entretanto lembrei-me de 1 bom extra para eliminar a possível teoria dos peões incumpridores, que é…

filmar também a passadeira que está entre a gare do oriente e o vasco da gama, na mesma avenida, a uns 250m de distância.

ali, a minha percepção é que a grande maioria dos peões passa no verde. isto acontece porque ali o tempo de passagem é superior, apesar da distância a atravessar ser praticamente a mesma, e deixa atravessar a um ritmo normal, e porque o semáforo abre sozinho.

Talvez o @HappyMike deva ele fazer uma reclamação também no portal, completamente isolada da do @sequeira_pedro_rc . Assim, quem de direito vai ver que há mais pessoas com o mesmo problema. O que lhes faz perceber que há um maior “grau de choro” da população em geral.

Já não vou aí regularmente de há uns tempos para cá, caso contrário também o iria reportar.

Excelente ideia, nem tinha pensado nisso. De facto as pessoas atravessam no verde aí, apesar de o tempo não ser muito longo. Seria já uma grande melhoria em relação à situação actual.

para esclarecer, que posso ter deixado aquilo confuso, a ideia é filmar também a do vasco da gama, para desprovar logo teorias anti-peão, mas a principal que quero mostrar, e que espero sejam resolvidas, são as que estão pior.

dei 1 edit no comment anterior a acrescentar o " também "

1 Like

entretanto em algo meio related, que até deixo aqui porque um dos piores exemplos que sei é uma passadeira na D. João II, deixo aqui 1 doc partilhado para quem quiser adicionar uns exemplos por Portugal nesta onda

|445px;x508px;

1 Like

Que vergonha!

1 Like