O problema de Lisboa

lisboa
Etiquetas: #<Tag:0x00007f31612fd188>

(Luís L Belard) #1

A CML (vi nos jornais) vai avançar com um projecto que permite aos autocarros que estiverem com atraso, terem automaticamente prioridade nos semáforos. A experiência começará no percurso Entrecampos - Marquês de Pombal.
Vamos ver no que dá e se tem continuidade e expansão.
Mas independentemente da bondade ou não da medida e da intenção que a precede, fiquei curioso mal vi na notícia o nome Carlos Barbosa, presidente do ACP, pessoa que como se sabe tem por princípio uma absoluta isenção, quando se toca a opinar sobre “automóveis-e-o-resto-que-só-atrapalha”.
Não desiludiu, repetindo uma vez mais a cassete, mas a verdadeira pérola, a cereja no topo do bolo, foi a conclusão, a frase com que rematou a declaração:" O problema de Lisboa é a falta de espaço".
Portanto, além da isenção, anotem outra característica do sr. presidente: perspicácia.


(Three) #2

O problema de Lisboa é o centralismo desenfreado de tudo o que é empresa e instituição trazendo a reboque os empregos que permitem a vida a muita gente sem que tenha infraestrutura de TP adequadas ao volume de pessoas que lá trabalha


(Aónio Lourenço) #3

É uma excelente notícia por parte da CML, e se a MUBi fosse mais ativa, congratulava a CML! É extremamente iníquo 150 pessoas empacotadas num espaço minúsculo e confinado, terem de estar apeadas e atoladas no tráfego, porque a porca-pequeno-burguesia-motorizada, vai cada uma atolada sozinha numa viatura que ocupa 12 m² de espaço público. Vale a pena recordar o comparativo!


(António Miguel Martins de Carvalho) #4

Isso tem ligação para algum artigo ou iniciativa?

(pergunta sem efeito ja que te referias ao primeiro post e nao à fotografia)


(José Miguel Ramos Modesto) #5

Não existem TP de qualidade em Lisboa??

Quem me dera que no meu concelho existem os TP que existem em Lisboa :laughing:


(Aónio Lourenço) #6

(Three) #7

Isso seria válido se o destino e horários de todos eles fossem idênticos.

1 - A legislação laboral deveria prever trabalho remoto o que permitiria retirar pelo menos 20-30 % dessas viaturas.
2 - A flexibilidade horária exigida pelas empresas impede a existência de TPs eficientes ao nível da ocupação. Por outro lado os horários de creches, jardins de infância e escolas continuam inflexíveis moldando os horários laborais de quem tem filhos tendo como resultado a concentração de grandes volumes de tráfego a determinadas horas dos dia.


(Andre Lopes) #8

abstenho-me completamente de dar tempo de antena a “Carlos Barbosa” e clube da azia “ACP”, pura perca de tempo falar de cromos, ao menos que seja para fazer alguma piada.

Mas a iniciativa no meu ponto de vista e mesmo não necessitando pessoalmente dos TP, excelente!!! Peca por tardia mas isso se surtir o efeito desejado vai colmatar um dos maiores e mais reclamados problemas dos TP’s em Lisboa, atraso, atraso e atraso. (é o top de reclamações, motivo para que muitos abdiquem do TP).


(Three) #9

Não sei, os atrasos verificam-se mesmo a meio da manhã quando não existem congestionamentos o que é estranho.