Opinião sobre E.bike Haibike SDURO Hardnine 2.0 (2018)


(Andre Lopes) #1

Olá,

Ando com este tema já faz uns 2 anos. Finalmente consegui reunir condições para a compra de uma eletrica. Depois de muita pesquisa, centenas de opiniões umas a favor outras contra, outras ainda, completamente alucinadas. Estou a mirar o modelo Haibike SDURO Hardnine 2.0 (2018).

esse motor Yamaha PW-System, 250W, 70Nm, 25km/h será uma boa alternativa aos motores bosh?

a relação preço, usabilidade, estética e durabilidade (pelo que consta motor de pedaleira dura muito mais que os motores de pneu (90 made in china).

Custa 2199,00€

utilização que pretendo dar (citadino/urbano, eventualmente alguns caminhos mais brandos fora da estrada) nada ou nenhum utilização offroad ou btt radical. Opiniões, vale a pena?


(Luís Marques) #2

Se não estou enganado, esse quadro não tem furação para porta-bagagens. Para os meus critérios, eu riscava logo essa bike para uso urbano…


(Andre Lopes) #3

Ainda tenho de confirmar, mas à priori tem suporte para alforge (claro preciso de um). Já vi uns modelos da mesma marca com mesmo design de quadro com suporte para o alforge.

algo assim


(Nuro Carvalho) #4

@cmuralhas, que te parece este modelo?


(Andre Lopes) #5

ok, fui hoje fazer um teste e ver vários modelos, o primeiro modelo que publiquei de facto não tem suporte para Alforge, pode-se inventar algo, mas não foi feita para isso.

O modelo de facto que me agradou foi o SDURO Trekking 5.0 da mesma marca. A mudança de opnião deve-se ao tema do suporte do Alforge, robustez no quadro, motor (em vez de Yamaha) um motor bosh (de todas as opiniões que ouvi são dos melhores). :slight_smile: . Já está escolhida. :wink:


(Luís Marques) #6

Tem muito bom aspecto :slight_smile:

Quanto pesa uma menina dessas?


(Paulo Casimiro Guimarães Fernandes Gomes) #7

Olá André, boa tarde.
Tenho à cerca de 1 ano e meio uma bicicleta elétrica KTM macina sport 2016, com um motor bosh, igual ao do modelo que pretendes comprar. As características também são de uma bicicleta de trekking, que traz porta alforges, guarda lamas e luzes . Para quem pretende, como eu, usar a bicicleta no dia a dia é quase obrigatório ter uma bicicleta com essas características( falo do porta alforges, luzes e guarda lamas - o ser elétrico já pode ser mais questionável) pois após uns milhares de quilómetros em cima da bicicleta descobre-se que estas coisas fazem muita diferença no dia a dia. Quanto ao motor estou muito satisfeito, já fiz 8000km com a bicicleta e como meio de transporte é excepcional. Quanto à bicicleta que escolheste também seria uma das minhas opções.
Abraço,
Paulo


(Andre Lopes) #8

pesa 24.2kg no total.


(Andre Lopes) #9

obg. Pelo que vi Bosh parece ser uma boa aposta. motor, display, bateria e carregador tudo bosh. Quadro robusto da marca e peças Shimano da série Alivio. Roda 28"

autonomia da bateria em modo eco é de 120Km o que deve é bem bom para o uso que vou dar


(Andre Lopes) #10

Grato @Nuro_Carvalho :slight_smile: ja a tenho. Estou maravilhado, isto e outra loiça. Agradeço-te lol porque na conversa com quem me vendeu, descobri que vc’s se conhecem :stuck_out_tongue:

Obrigado!!! @Mirinho :slight_smile: fiquei com uma com motor Bosch


(Nuro Carvalho) #11

Fantástico! Agora ė rolar o triplo… Compraste onde?


(Paulo Casimiro Guimarães Fernandes Gomes) #13

Parabéns. Vais ver que não te vais arrepender.
Abraço.


(Andre Lopes) #14

Ilustres,

Eu devo ser um doido, lunático um freak das duas rodas, só pode. Hoje ao completar 7 dias com a nova bike dei-me conta que nas voltas em Lisboa, algum passeio e no bike2work já fiz 316km. :flushed::money_mouth_face:

Curiosamente com pessoas/amigos/colegas com quem conferenciei a compra/investimento da bike eletrica, tiveram opinião unanime “Isso é caro!!!” ao qual retoricamente volto a referir que caro é comprar carros combustão, motas de combustão etc.

Vejamos.

Pelo preço do passe mensal de autocarro, estou a pagar as prestações da bicicleta (cerca de 50 euros mês).
ao questionar outros sobre gastos das “alternativas clássicas” ies que:

  • Acelera à gasolina - 100km gasto médio 6 euros.
  • Mota media cilindrada - 100Km gasto médio 10 Euros.
  • Carro Gasóleo (ligeiro) - 100km gasto médio 5 Euros.
  • Carro Gasolina (ligeiro) - 100km gasto médio 10 Euros.

Além de eu não pagar imposto automóvel, os mesmos 100km eu gasto 1 euro de eletricidade

Mas eu devo ser mesmo um doido freak das duas rodas… só pode, ironicamente as pessoas a quem questionei os gastos do seu meio de transporte, moram relativamente perto de Lisboa distancia < 15km do centro.

Concluo que sou mesmo um doido, lunático um freak das duas rodas, :slight_smile: :smile:


(Nuro Carvalho) #15

És um desses fundamentalistas, extremistas, lunáticos, radicais perigoso para a sociedade… Só pode!