Para acabar de vez com a ditadura do carro


Para acabar de vez com a ditadura do carro.pdf (205.7 KB)

4 Likes

De facto a baixa tornou-se mas atractiva mas só lá circulam estrangeiros e turistas e os preços tornaram-se incomportáveis para o cidadão comum. Entretanto andam todos muito preocupados com Lisboa e esquecem que o país importa lixo para depositar na zona rural.

O mais dramático é o facto de o mesmo país que importa lixo por ter preços “atrativos” ser o mesmo onde à volta das grandes cidades se despeja entulho e o mais variado lixo em qualquer berma de estrada ou terreno.

Quanto ao artigo partilhado, não podia estar mais de acordo. Só o termo “revolução” me parece um pouco excessivo.
Revolução será quando junto às escolas se limitar fortemente o trânsito e velocidade automóvel e os jovens se possam deslocar a pé ou de bicicleta em segurança.

Em qualquer caso concordo que é algo muito modesto, todavia é um passo em frente. Aqui em Amesterdão um residente paga 500€ por ano para estacionar o carro na rua à porta de casa, e há número limitado de dísticos para não ser o caos, sendo que a lista de espera é de 6 anos, i.e., os recém-moradores têm de esperar 6 anos até terem direito a estacionar o carro na rua, pagando os tais 500€ por ano. Em Lisboa qualquer residente lisboeta paga 0€ por ano e pode estacionar a lata onde lhe aprouver, ocupando assim 12 metros quadrados de espaço público de borla, numa cidade onde o custo por metro quadrado atinge valores elevadíssimos. Como se o lugar de estacionamento fosse direito constitucionalmente consagrado, como saúde ou educação. É um passo avante, mas longe da civilização.

3 Likes

Aónio, desculpa, tenho de te corrigir… Não é à borla/zero… São a incrível fortuna de 12€ anuais, para ter o dístico em duas zonas onde haja estacionamento controlado pela EMEL.
Muitissimo caro e desajustado ao pobreco tuga que anda de popo!

Acho que mudaram isso, agora é mesmo de borla.

1 Like

Se calhar tens razão. Os 12€ são “emolumentos”.

2 Likes

Oficialmente aprovado.

2 Likes

Estacionamento gratuito, um verdadeiro escândalo e mais uma medida socialista inimiga do mercado.

2 Likes

1 Like