What is the most energy efficient mode of transportation?


(Aónio Eliphis) #1

https://qr.ae/TWRqjQ


(José Quinteiro) #2

Bicicleta elétrica para veículos pessoais e comboio para grupos.
Velomobile pelo que percebo é uma bicicleta com disposição diferente do condutor sendo mais eficiente aerodinâmicamente que a tradicional.
Poderia adicionar outros meios de transporte mas com autonomias inferiores a 60 km nem abro discução.


(Three) #3

Existe sempre um factor esquecido nesta conversa das eficiências, o tempo de percurso.
Senão porque razão apanhas um avião em vez de um veleiro ?

Velomobile é uma tadpole trike com um cobertura aerodinâmica. A posição do condutor também lhe permite rentabilizar a pedalada. Infelizmente as o projectistas de ciclovias ignoraram por completo estes tipos de veículo.

Ainda se lembram deste?

http://rk.nvg.ntnu.no/sinclair/vehicles/c5.htm

Muito à frente no seu tempo! Apenas para provar que existem visionários desde sempre e que esta geração está apenas a reinventar a roda!


(José Quinteiro) #4

Já tive a oportunidade de ver esse tipo de veículos versão eléctrica de três e quatro rodas estilo bugie e com cabine (protege da chuva) e bagagem muito limitada. São interessantes mas com o limites de circulação e velocidade para os preços que são praticados sinceramente fico-me pela bicicleta.


(Three) #5

Isto quando sai do convencional é sempre uma chatice, e depois ainda acham que os outros é que não pensam fora da caixa!


(José Miguel Ramos Modesto) #6

@Three, não tentes sacar da rolha quando a garrafa já vai quase vazia…
Nunca viste nem verás ninguém aqui a opor-se ao uso desse tipo de veículos, o José apenas partilhou os motivos pelos quais não usa um.
Se realmente for uma coisa mais cara, e ao que parece mais pesada e maior, é menos prático que uma simples bicicleta… que é a vantagem deste tipo de modos, serem práticos. Agora, claro que para algumas pessoas fará sentido, e deve haver lugar para esses veículos nas estradas! Não poluem, são seguros, e embora ocupem mais espaço que uma bicicleta, continuam a ocupar muito pouco. Quanto à tua crítica de não projectarem as ciclovias a contar com esses veículos… olha, julgo poder falar por todos, quando digo que nisso estamos contigo!

Ninguém anda aqui a tentar reinventar a roda pah… andamos é a tentar recuperá-la, que ela perdeu-se pelo caminho.


(Aónio Eliphis) #7

Não meu caro! É como o carro elétrico, tem a idade do carro com motor de combustão! É o que venho a dizer há anos: o problema é político, não é tecnológico.


(Three) #8

Não, tratava-se de um veículo a pedais com assistência eléctrica.!


(João Almeida) #9

(João Almeida) #10

@Three olha aí um velomobile em Eindhoven.

Ao minuto 1:30 do primeiro vídeo.


(Sérgio Loureiro) #11

Eu fiz a pergunta Bicycle Fuel equivalent on l/100km num site de perguntas e respostas de Física!


A eficiência da bicicleta como meio de transporte
(Sérgio Loureiro) #12

E já agora gostava de saber como o Bill Strickland chegou ao valor de “three thousand miles per gallon”:

— A imagem é o slide 2 de https://slideplayer.com/slide/4513890/


(Three) #13

Não faço ideia, mas um ciclista converte apenas 25% da sua energia em energia mecânica, isto com uma potência equivalente de 100 - 200 Watt .


(Sérgio Loureiro) #14

Fonte? Tens?


(Three) #15

https://www.germanjournalsportsmedicine.com/archive/archive-2017/issue-9/the-efficiency-of-muscular-exercise/


(Aónio Eliphis) #16

tens em Português :slight_smile:


(Aónio Eliphis) #17

Fazes confusão com conceitos (e por isso acho que não és eng. físico)

O facto de o corpo humano ter apenas uma eficiência baixa para trabalho mecânico, e sim têm-na, não implica que a bicicleta não seja uma máquina eficiente quando comparamos diretamente as calorias necessárias para a locomover, mesmo já incluindo a ineficiência do corpo humano como máquina de propulsão.

Tens aqui uma brincadeira interessante com matemática e calorias


(Sérgio Loureiro) #18

Muito bom ! Era boa para pôr ter posto em Humor sobre pedais 2 na semana em que a greve blocou tudo, com o texto alterado: “PARTIR EM CASO DE FALHA DE ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEIS”!

Vou roubar e pôr lá!


(Three) #19

Podes achar o que quiseres, mas a confusão é tua.

Não existe qualquer confusão, a bicicleta é de facto uma máquina eficiente, em grande parte fruto das vias planas onde se deslocam, mas de facto de toda a energia gasta pelo ciclista no esforço ao pedalar, apenas 25% se transformam efectivamente em energia mecânica. Mas repara que 25%, apesar de parecer baixo, é um valor muito bom.


(Aónio Eliphis) #20

usa à vontade :wink: