Estacionamento automóvel no coração da cidade!

aveiro
Etiquetas: #<Tag:0x00007f315af77898>

(Rui Igreja) #46


– Diário de Aveiro de 21-04-2018


(Luís Marques) #47

Repare que o 3 tem tido o cuidado de não activar na totalidade a Lei de Godwin… Basta dizer que qualquer discordância do ponto de vista dele é um acto de censura totalitário, e aí tem apontado agulhas tanto à direita totalitária como à esquerda totalitária.

Tenho que lhe dar o devido crédito, é um troll excelente.


(Rui Igreja) #48

PerguntaRossio

Concorda com a construção de um PARQUE DE ESTACIONAMENTO AUTOMÓVEL SUBTERRÂNEO NO ROSSIO, em Aveiro?

-> Responda aqui: http://www.oln.pt/noticias.asp?id=30032&secc=1


(Aónio Eliphis) #49

votado :slight_smile:

construir parques de estacionamento no centro, além de muito caro, apenas atrai carros para o centro.

Um lugar de estacionamento custa em média, apenas na construção, 20 mil euros por unidade de lugar de estacionamento, custo que de certeza os automobilistas não vão querer pagar em bihética. Resultado, pagam todos os munícipes em impostos, mesmo quem não tem carro.

@Rui, tenta informar-te apenas de dois dados muito simples:

  • o custo total do projeto
  • o número de lugares

depois faz apenas uma conta de divisão, e partilha a mensagem!

A EMEL também em tempos enveredou pela mesma cantiga de nos por todos a pagar parques subterrâneos, isto numa cidade repleta de sem-abrigos, onde a CML foge cada vez a essa responsabilidade.

in: https://www.veraveritas.eu/2015/04/retorno-sobre-investimento-dos-parques.html


(João Almeida) #50

Custo de 5 milhões de euros:
http://www.oln.pt/noticias.asp?id=30015&secc=1

Capacidade para 300 lugares:
http://www.noticiasdeaveiro.pt/pt/45529/aveiro-estacionamento-em-cave-no-rossio-e-assunto-para-a-proxima-camara/

Concessão a 50 anos:


(Rui Igreja) #51

@Aonio_Lourenco:

O número de lugares será de 300, ou cerca disso.

Segundo o Pres. da Câmara, a ser construído, os custos (imagino q de construção, manutenção e exploração) ficarão a cargo de um privado q explorará o parque (durante 50 anos, pelo q o João indicou em cima). Segundo declarações Pres. da Câmara, deverá haver privados interessados se o custo de construção (q terá ainda de ser avaliado e calculado) ficar pelos 5 M€ mas já não deverá haver privados interessados se esse custo for de 10 M€.

Segundo estas palavras, se o investimento necessário for de 5 M€, ele será viável.

Vejamos, então:
Custo de construção: 5 M€ | Custo de capital (3% a 20 anos): 4 M€ | Nº de lugares: 300 | Custo total por lugar: 30,000 €


Agora há outras questões:

  • Durante 50 anos, será a população a arcar com as externalidades negativas dos carros q o parque vai atrair.
  • A reabilitação da área pública, com investimento público, será condicionada ao facto de se construir um parque subterrâneo privado.

(João Almeida) #52

Para teres um retorno de investimento a 50 anos, precisavas que a avença mensal fosse de 60 euros.
Achas mesmo que em Aveiro se vai cobrar esse valor?

Pelos vistos no parque do Mercado Manuel Firmino, a ideia era cobrar 70 euros mensais a comerciantes. Não sei se estes preços avançaram. E também não sei qual o preço para moradores. O site da câmara está em baixo neste momento.
http://www.terranova.pt/noticia/sociedade/estacionamento-pago-em-aveiro-passa-contar-com-inscricao-de-matricula-para-evitar


(João Almeida) #53

Olha o que eu encontrei sem querer:


(Three) #54

Correcção, não podem. Se no limite fizeres corresponder o custo real ao cobrado, terás cidades desertas porque nenhuma autarquia substitui estacionamentos por trams ou outros meios de transporte com capacidade equivalente e muito menos consegues obrigar/convencer pessoas de várias idades a utilizar bicicletas de um momento para o outro.

Outro impacto será no comércio local. A tua brilhante sugestão apenas conseguirá destruir comércio local .

Tal como todos os contribuintes para o metro de Lisboa, a Carris e várias obras em Lisboa mesmo que nunca lá coloquem os pés. O mesmo sucede com as redes de saneamento, energia e telecomunicações em localidades cujo número de habitantes não permite a exploração comercial rentável. Chama-se função social do estado.


(Aónio Eliphis) #55

Eu vivo em Delft na Holanda

  • todo o centro histórico é carfree
  • é das cidades holandesas onde há mais comércio local

Quem passa de carro não pára para comprar. O paradigma do carro apenas suporta as grandes superfícies.

Vê como é aqui:


(Aónio Eliphis) #56

@Rui e ainda tens de adicionar o custo de manutenção. Parques subterrâneos têm custos de manutenção muito altos: exaustão, bombas de águas pluviais, extracção de fumos, detetores de CO, portões automáticos, elevadores, segurança e vigilância.

Tentem informar-se do valor das avenças e qual a percentagem de lugares alocados às avenças. Duvido mesmo muito que um privado se queira meter no negócio sozinho sem garantias financeiras do estado. Aqui na Holanda isso acontece, mas a bilhética anda pelos 5 euros por hora. Lá está o meu pendor liberal, o estado é o maior corruptor do sistema de transportes e o maior promotor do automóvel.


(Rui Igreja) #57

-> https://www.facebook.com/F.M.Nogueira/posts/10204935480704381


(João Almeida) #58

Eu já contabilizei 10 euros por lugar de custo de manutenção no cálculo dos 60 euros para a avença mensal, assumindo que todo o parque é preenchido por avenças.


(João Almeida) #59

Parece que é mesmo 70 euros para toda a gente. A não ser que os residentes possam utilizar o cartão de residente dentro do Parque do Manuel Firmino.

http://www.cm-aveiro.pt/www/Templates/TONewDetail.aspx?id_object=46348&indexnew=4

No Parque da Praça Marquês de Pombal são 100 euros por mês?

https://parclick.pt/estacionamento-aveiro/saba-marques-pombal?lt=40.638846879602&ln=-8.6523632520801&z=16&df=2018-04-23+17:00&dt=2018-04-23+19:00&ft=1


(Rui Igreja) #60

Não sei. Mas, talvez por isso, o Parque do Marquês está sempre às moscas.
E não estando todo preenchido lá se vai por água abaixo a teria do cálculo por número de lugares.


(Three) #61

Mas assim cumpre o vosso objectivo, retirar carros do centro. Se ´estacionamento disponível for suficientemente caro ninguém irá circular no centro da cidade. Agora preocupam-se com a amortização do “investimento” ?


(Luís L Belard) #62

Boa noite, Aónio

Percebi o sentido do seu último parágrafo, mas creio que foi traído pela redacção da frase. É óbvio - e o Aónio concorda certamente - que não se pode dizer o que se quer (muito menos escrever), sem consequências penais.


(Pedro Nóbrega Da Costa) #63

ara teres um retorno de investimento a 50 anos, precisavas que a avença mensal fosse de 60 euros.

fazendo de advogado do diabo, todos aqui sabemos que o parque nao fica cheio com avenças 24/horas.
O que dá dinheiro aos parques sao as tarifas/hora, e sendo isto um parque no centro de uma cidade, será um parque de alta rotação, com tarifas hora altas

os parques se forem usados em rotacao dao dinheiro … é preciso é garantir que se eliminam lugares de superficie para que a unica/melhor alternativa seja o parque, e garantir que quem decide trazer o carro paga pelo custo associado ao mesmo.

continuando como advogado do diabo, concordo com a logica de mais parques = mais carros e dos problemas que isso acarreta, mas é verdade que tambem sao cidades com transportes publicos subotimos, e que se estes estacionamentos se traduzirem em ruas / praças com menos estacionamento de superficie… acabe por compensar?

Ok, quiça neste caso nao seja o melhor exemplo porque parece ser mesmo no coração da cidade, provavelmente mais valia ser ligeiramente mais fora para incentivar a deixar o carro fora, mas um estacionamento per se nao teria de ser necessariamente mau,

estive esta semana em munique , a cidade é muito boa, cheia de verde, bicicletas, transportes e pouco espaço para carros estacionados na rua. Mas a verdade é que vi muitos silos em altura, um ao pe da empresa onde fui com 7 pisos de altura lol … mas depois para compensar a volta era jardins e ruas para peoes etc, pelo que o saldo acaba por ser positivo

interessa claro e garantir que se se fazem parques destes, sao em zonas cujas ruas conseguem lidar com o aumento de trafego, que o custo do estacionamento compensa a sua construção e restantes custos de andar com automovel e que esse custo é alto o suficiente para incentivar as pessoas a experimentar outras alternativas, E claro garantir que o espaço à superficie fica liberto para peões e com fiscalização de estacionamento ilegal para que o parque seja a melhor/unica alternativa

em portugal falhamos muito no ultimo ponto , adoram fazer estacionamentos mas a superficie continua na mesma, sem fiscalizacao, com estacionamento gratuito ou ilegal, obviamente o incentivo a por nos parques assim é zero


(Three) #64

Outro pormenor em Munique e em toda a Alemanha, qualquer cidadão pode adquirir um automóvel desde que tenha 1 espaço privado ou alugado para o estacionar e deve fazer prova disso. A fiscalidade não penaliza a aquisição mas tão somente a utilização o que faz todo o sentido.

E nem vou falar da excelente rede de transportes públicos…


(Rui Igreja) #65

Sim. Parques periféricos devem estar a pelo menos 5 km dos centros das cidades.
Aveiro tem já um óptimo parque periférico: à volta do estádio. O q não tem são transportes públicos deste parque para a cidade. Então q se aposte nisto e q não se continue a “encapotar” o problema da falta de espaço para carros com mais espaços para carros!

No centro de Aveiro já há 3 parques de estacionamento subterrâneos. Dois deles tem taxas de utilização mt baixas.