Semáforos da Av. Fontes Pereira de Melo

A prova como são um perigo estas viragens à direita em conflito com a ciclovia da Av. Fontes Pereira de Melo. Vejam o vídeo aqui.

Rodovia com amarelo intermitente. Ciclovia também com amarelo intermitente.

Numa eventual colisão quem é o responsabilizado?

image

3 Likes

Eu penso que estando intermitentes se anulam e prevalece a hierarquia:

Entre as categorias de sinais de trânsito existe, desta forma, uma hierarquia, disposta do seguinte modo:

  1. Agentes reguladores de trânsito
  2. Sinalização temporária;
  3. Sinalização luminosa;
  4. Sinalização vertical;
  5. Sinalização horizontal (marcas rodoviárias).
  6. Regras gerais de trânsito

Neste caso estás tu à direita tens prioridade, estás numa passagem de velocípedes tens prioridade. Penso eu!

1 Like

Não sendo tão problemático esse “salmão a nadar contra a corrente” na ciclovia unidirecional tb é um perigo, cada vez apanho mais gente assim… a vir em contra-fluxo nessas ciclovias apertadas.

1 Like

Quem já tentou atravessar a passadeira da Rotunda do Marquês de Pombal, em https://www.google.com/maps/@38.7261226,-9.1498207,3a,75y,259.93h,85.58t/data=!3m6!1e1!3m4!1s8NJieABCIcs7-yuc5PHPfw!2e0!7i13312!8i6656

sabe bem que tal é um acto de coragem suicida, porque para alguns condutores, ou melhor BACTÉRIAS COM CARTA DE CONDUÇÃO, o semáforo amarelo a piscar equivale ao verde.

:rage::rage::rage::rage:

1 Like

Essa passagem de velocípedes nunca teve, sequer, o passeio rebaixado ao nível da estrada. É de utilização impossível. Passo muitas vezes aí, saído da Fontes Pereira de Melo, mas sigo pela rotunda.

1 Like

Pois …

1 Like

O mesmo se pode dizer na Avenida de Berlim (mas agora está em obras, não sei como vai ficar):

E em mais não sei quantas, das quais não me estou a lembrar agora. Deviam todas seguir como queixa para o Portal “Na minha rua”.

Mas para mim, mais grave ainda são situações como:

https://forum.mubi.pt/t/semaforo-para-peoes/1230