Barra de cimento assassina no fim da descida da Ciclovia da Rua das Murtas

Acabei de fazer uma reclamação no Portal “Na Minha Rua” de Lisboa com o Número de Ocorrência: OCO/51979/2019
«
Quem teve a ideia de meter a barra de cimento no fim da Ciclovia da Rua das Murtas devia ser preso! Na segunda-feira passei lá e ia batendo contra ela! Fica ao fundo duma descida e de noite é muito difícil de a ver! O ponto em causa pode ser visto em https://goo.gl/maps/g95qW4uPnr8W8ZmM6


»

4 Likes

Realmente é uma estupidez.
Uma queixa na junta freguesia também pode funcionar na rápida resolução.

Uma pessoa da Póvoa aqui? Hmm, parece que encontrei um vizinho ciclista!

Temos de exigir melhor acesso pedonal e ciclístico de Lisboa para lá, porque as alternativas ciclísticas são as seguintes:

No fim da estrada do Desvio:

  1. Seguir pela Calçada de Carriche e depois das bombas saír à direita e correr RISCO DE MORTE, com carros acelerados atrás, no ramal que vai para a Póvoa / Olival Basto! — https://forum.mubi.pt/t/pedido-241-lisboa-recomendacao-de-rota-odivelas-marques-de-pombal/3693/35 com as subopções:

    a. Seguir na faixa esquerda da saída em direcção à Póvoa, fazer aquela distância enorme até chegar ao “caracol” — https://www.google.com/maps/dir/38.7853736,-9.1684474/38.7930512,-9.1679791/@38.7892772,-9.1676988,17z/data=!4m2!4m1!3e0

    b. Seguir na faixa direita em direcção ao Olival Basto https://www.google.com/maps/dir/38.7853736,-9.1684474/38.7909809,-9.1674134/@38.78865,-9.167849,17z/data=!4m2!4m1!3e0


    e no fim do nó fazer ILEGALMENTE inversão de marcha, pois é preciso passar um traço contínuo.

    c. Seguir na faixa direita e entrar na paragem do autocarro à direita, chegar a um carreiro a pé e parar e desmontar da bicicleta, de maneira a poder subir um degrau bastante alto https://www.google.com/maps/@38.789952,-9.1686499,3a,15y,142.34h,84.69t/data=!3m6!1e1!3m4!1sHwBACpxBHddxryqKMHExaQ!2e0!7i13312!8i6656


    E depois fazer inversão de marcha ILEGAL porque é preciso passar um traço contínuo; e mais à frente existe um trecho da Rua de Angola no Olival Basto que é de Sentido Proibido, o que obriga a seguir ILEGALMENTE ou a desmontar e levar a bicicleta à mão!

  2. Esperar tempo infinito para atravessar uma passadeira, que tem uns semáforos HOMICIDAS dos quais eu já mais do que uma vez reportei o seu não funcionamento — https://forum.mubi.pt/t/botao-de-semaforo-na-calcada-de-carriche-nao-activa-o-verde-para-peoes com as sub-opções para chegar à rotunda do Senhor Roubado:

    a. Seguir ilegalmente em contra-mão pela faixa do Bus
    b. Descer ilegalmante pelo passeio

    Depois de chegado à Rotunda do Senhor Roubado existem as opções:
    x. Seguir na direcção do Olival Basto até ter que fazer o mesmo que no ponto 1.c.
    y. Subir numa estrada altamente perigosa para bicicletas em direcção a Odivelas

De notar que eu já experimentei todas as alternativas aqui apresentadas e não houve nenhuma que eu não achasse altamente suicida!

Existe uma opção ainda mais impraticável:

  1. Pela Quinta da Serra — https://forum.mubi.pt/t/descer-descida-ingreme — que eu já tentei, mas tem uma descida com uma inclinação brutal e até pago um jantar ao primeiro corajoso maluco que a desça montado na bicicleta: Descer descida íngreme

Quem fez da Radial de Odivelas uma Via rápida devia ser preso! Uma “auto-estrada” que não tem trânsito, só tem 4 Km, divide completamente Odivelas de Norte a Sul e complica escusadamente os nós de intersecção! — https://forum.mubi.pt/t/radial-de-odivelas

Tenho andado a importunar algumas entidades com força política ou responsabilidades sobre o assunto: https://forum.mubi.pt/t/odivelas-cidade-europeia-do-desporto e as mensagens que deixei na página Odivelas - Primeira Massa Crítica mas estou com a ideia que ninguém quer saber!

Já agora, o que acho de andar de bicicleta em Odivelas: Bicycle Friendly Index

1 Like

Boas vizinho!!:sunglasses:
Havemos de combinar uma “reunião” para discutir a mobilidade no concelho,no que dizes?

2 Likes

Realmente… o acesso à Póvoa por quem vem de Lisboa a descer a calçada da carriche é no mínimo uma lotaria e um convite à desgraça.
Existe o passeio do lado esquerdo no sentido contrário o que implica fazer o trajecto a pé passando depois por baixo do viaduto… É mais seguro.
Já não deviam ter arrancado as obras da ciclovia? Este acesso podia ser revisto oportunamente no acesso a Odivelas ou Póvoa.
2. Os semáforos estão a funcionar mas reparei que voltam a ser accionados imediatamente 1 minuto depois provocando nova paragem :joy:.
Para quem sobe a calçada da carriche actualmente existe a via mais à esquerda com menos tráfego em que faço o acesso pela passadeira… Não é o ideal mas é preferível ao bus ou passeio.

1 Like

Mais uma situação que reportei às entidades (in)competentes: Sinal de cor errada na Calçada de Carriche

Reportei mais uma: Semáforos homicidas no Campo Grande

Talvez tu saibas responder à minha pergunta: O que se passa num ramal da Estrada do Desvio?

Sérgio, vi agora este comentário. De facto fizeram uma ‘obra’ com total inconsciência!
Não sei onde fica essa rua da Murtas (há várias na AML), mas seguindo o link para o Google consigo ver que uns metros depois do final bloqueado da ciclovia, há uma placa de trânsito “pista obrigatória para velocípedes”. Na foto que publicou não se vê bem, mas no Maps aparece por detrás do muro o final de uma ciclofaixa(?) onde se lê “STOP”.
Se é assim, ou seja, se pode haver continuidade de circulação para quem se desloque em bicicleta e queira virar à direita, não entendo porque as duas não foram ligadas em curva.
Tirava uns poucos metros de alcatrão para os veículos automóveis que queiram virar? Sim, mas essa faixa, estreita como parece, também não servirá de grande coisa, ou seja, pela foto dá ideia que um carro que entre nesse pequeno desvio não desimpedirá a via para os que sigam em frente.
Em resumo: parece mais uma batatada feita para mostrar que se tem boa vontade e que se está na linha da frente, mas por quem não faz a mínima ideia de planeamento de tráfego.
Continuo a perguntar-me porque razão o Governo, que se mostra disposto a dar uma volta à mobilidade, não constitui um grupo de especialistas que possa aconselhar (com o Google e o Skype nem seria preciso levantarem-se da cadeira) e auxiliar os autarcas com boa vontade, mas ignorantes em matéria de trânsito (ou pelo menos em vias destinadas a ciclistas), a desenhar o melhor possível as ‘obras’ que estão dispostos a fazer!?

1 Like

O pessoal parece que está só a ler a primeira mensagem da página!
Se lerem tudo: Vão ficar abismados com a quantidade de coisas erradas de trânsito que uma pessoa sozinha (eu) conseguiu reportar no percurso Lisboa — Odivelas!

Caro Sérgio, mais uma razão que justifica o que digo no último parágrafo: se existisse uma equipa que, a nível nacional, apoiasse os autarcas e ouvisse os utentes, não só se evitaria muito investimento inútil e obras que têm de ser corrigidas a posteriori, como se resolveriam situações anómalas com bastante rapidez evitando situações que podem gerar acidentes.

O título do seu tópico é sobre um caso específico e foi sobre esse que me pronunciei.
Se quiser tratar de problemas gerais de má concepção de vias, erros de sinalização ou mau funcionamento do que existe, como tem conhecimento de várias dessas situações, sugiro que crie um tópico com um título adequado para funcionar como uma espécie de repositório de anomalias.

1 Like

Acho muito bem. As importunações que tenho andado a fazer às entidades têm ou não tido resposta, ou respostas muito secas “uma frase para me despacharem e desampara-me a loja!”. Parece que ainda tenho alguma esperança numa que foi excepção vinda da JSD Odivelas:

Vão ficar abismados com a quantidade de coisas erradas de trânsito que uma pessoa sozinha (eu) conseguiu reportar na página https://forum.mubi.pt/t/barra-de-cimento-assassina-no-fim-…/ no percurso Lisboa — Odivelas!


Fórum da MUBi
forum.mubi.pt

JSD Odivelas

Olá Sérgio, obrigado pelo contacto desde já! Tentaremos responder com a maior brevidade possível, até já ✌️✌️

Entretanto porque não visitas o nosso blog?
http://www.kontacto.blogspot.com/

#Juventude2021

SÁB, 19:18

JSD Odivelas

Olá Sérgio! Desculpa a demora a responder mas às vezes é um pouco complicado. Já vimos que tens muito interesse sobre esta matéria e é algo que também nos preocupad. Gostariamos de te convidar para participares numa reunião nossa e falarmos um pouco sobre este tema. Deste modo poderás conhecer-nos e nós conhecermo-nos a ti, o que te parece? David Pereira de Castro Presidente da JSD Odivelas

SEG, 14:58

Sérgio

JSD Odivelas

Olá Sérgio, obrigado pelo contacto desde já! Tentaremos responder com a maior brevidade possível, até já ✌️✌️

Entretanto porque não visitas o nosso blog?
http://www.kontacto.blogspot.com/

#Juventude2021

Sérgio

Boa tarde.
Parece-me bem! No entanto nos próximos dias vai-me ser impossível por falta de disponibilidade.
Voltarei a pensar em reunirmo-nos lá mais para fim de Maio ou princípio de Junho!

É só seguir o link por cima da imagem que lá deixei! Se ler a mensagem toda, vê que fiz uma reclamação no Portal “Na Minha Rua” que é gerido pela Câmara Municipal de Lisboa, portanto é exclusivo ao Concelho de Lisboa!

Obrigado, Sérgio.

Mais uma situação que não devia acontecer no percurso Lisboa — Odivelas: Mato impede circulação na Ciclovia da Rua das Murtas

Mais uma resposta:

Junta de Freguesia de Odivelas

Mensagens

Junta de Freguesia de Odivelas

21 mil pessoas gostam disto, incluindo Liliana Patrícia Santos e 11 amigos

Organização governamental

24/04/2019, 17:26

Sérgio

Dado Odivelas ser a Cidade Europeia do Desporto e Lisboa ser organizadora do Velo-city 2021, não faria sentido dotar o acesso entre um concelho e outro de melhores infra-estruturas de acesso tanto para bicicletas como para peões? A Calçada de Carriche é péssima tanto para bicicletas como para andar a pé e não há alternativas decentes!

SÁB, 17:43

Sérgio

Vão ficar abismados com a quantidade de coisas erradas de trânsito que uma pessoa sozinha (eu) conseguiu reportar na página https://forum.mubi.pt/t/barra-de-cimento-assassina-no-fim-…/ no percurso Lisboa — Odivelas!

19:00

Junta de Freguesia de Odivelas

Boa tarde, caro Sérgio Loureiro,
Recordando que a Junta de Freguesia de Odivelas exerce competências bastante limitadas no que diz respeito à Mobilidade no território da Freguesia, encontrando-se estas no âmbito da ação da Câmara Municipal de Odivelas, resta-nos dizer-lhe que encaminhámos a sua mensagem para o Executivo, a fim de merecer a devida atenção.
Concordamos que a Calçada de Carriche não é amiga do peão nem própria para velocípedes, e embora também devamos lembrar que se encontra já no território da Câmara Municipal de Lisboa, o mesmo poderia ser afirmado, em certa medida, sobre os acessos à Calçada de Carriche que se encontram no território da nossa Freguesia. Assim, será útil que o Presidente Nuno Gaudêncio e o restante Executivo tenham conhecimento da sua queixa/do seu alerta.
Por fim, sugeríamos que encaminhasse a sua mensagem também para a Câmara Municipal de Odivelas.
Os nossos cumprimentos.

1 Like

Já actualizei a terceira mensagem com todas as alternativas que experimentei de acesso ciclístico Lisboa — Odivelas.

Devo ter sido um kamikaze numa vida anterior!

Esta imagem do google maps está desactualizada… embora continue a ser verdade que a ciclovia obriga a virar. No entanto, a visibilidade agora é bastante melhor, pois a parte que aqui aparece como passeio calcetado, neste momento tem o piso igual à parte da ciclovia que a antecede, ou seja tudo a vermelho.

1 Like

Quando a porca burguesia motorizada encontra buracos na estrada que danificam a suspensão do veículo, vai a correr processar o respectivo município pedindo compensação financeira. E resulta! Quando as ciclovias estão num nojo que provocam feridos, ou quandos os passeios estão todos ocupados por carros ou danificados e os peões caem, o que é que as vítimas fazem junto do município? Se o dano material na lataria dá lugar a compensação financeira, porque não o dano físico na pessoa humana?

1 Like

Sou condutor e ciclista. Não poderia concordar mais.